1 IMPROVISAÇÃO CÊNICA EM TEMPO REAL

Pesquisadora responsável Daniela Guimarães

OBJETIVO

Essa linha de pesquisa estuda a Improvisação que se elabora no ato cênico, a Improvisação como acontecimento. A partir de inúmeros exercícios a que chamamos de jogos de sensibilização e da amplitude das habilidades perceptivas, jogos de composição e jogos de estratégias de ações, o grupo de trabalho investiga, a partir de uma abordagem do tempo não linear, modos de fazer sempre abertos às novas recombinações. Algo que se organiza de forma diferente a cada dia. Para o desenvolvimento dos entendimentos corporais para criação em tempo-real (disponibilidade, prontidão, escuta, propriocepção) temos a prática do Contato-Improvisação, os estudos somáticos em Ideokinesis: ideia de movimento (investigação de imagens corporais para a criação do movimento através do toque de um parceiro) e os Jogos apresentados acima, que são base para a compreensão do modus operandi de nossa investigação. Camadas de significações, de intersemioses pela ideia de metalinguagem teve sempre destaque no interesse dessa pesquisa: a ideia é buscar nas camadas de semioses geradas e em suas combinações possíveis – imaginadas, provocadas, escolhidas e organizadas na cena –, um refinamento da construção cênica na busca por uma coerência de sentidos, ideias e temáticas propostas pelo grupo de integrantes enquanto a obra é criada em tempo-real.

 

Palavras-chave: acontecimento, composição, jogos, intersemiose.

 

Local Salas de aulas e Teatro Laboratório Experimental

Escola de Dança da UFBA

2 CRIAÇÃO FÍLMICA

       RELAÇÕES ENTRE DANÇA, FOTOGRAFIA, CINEMA E VÍDEO

Pesquisadora responsável Daniela Guimarães

OBJETIVO

Introdução à imagem em movimento através da visualização de obras fílmicas na interação Dança, Cinema, Vídeo, analisando e discutindo as diferentes abordagens, concepções e técnicas. Ao mesmo tempo, incentivando os participantes a mobilizarem um ponto de vista pessoal de criação. Abordagem e identificação das linguagens das novas tecnologias e as suas potencialidades. Estudos de roteiros, câmeras, lentes, planos, enquadramentos, elementos fílmicos, entre outros. Mapeamento de tecnologias e técnicas para a produção de filmes de dança. Exercícios práticos de filmagem sobre as diferentes ferramentas para a criação de obras audiovisuais em dança. Criação e produção de filmes de forma colaborativa, onde os participantes experimentem idealizar, planejar, filmar e editar obras fílmicas. Mobilizar ações ligadas a difusão da Dança Audiovisual como Mostras, Festivais, Encontros, Sites e outros meios.

 

Palavras-chave: corpo, audiovisual, experimentação, difusão.

 

Local Salas de aulas e Teatro Laboratório Experimental

Escola de Dança da UFBA

 

3 INSTABILIDADE POÉTICA

       CONJUNTO DE ESTRATÉGIAS ARTÍSTICO-PEDAGÓGICAS

Pesquisadora responsável Clara Trigo

OBJETIVO

Linha que estuda um conjunto de procedimentos, estratégias e ações artístico-pedagógicas para favorecer/propiciar movimento e autonomia, em diálogo com saberes da Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire, da Educação somática e da Improvisação.

 

Palavras-chave: corpo, somática, metodologia, práticas poéticas.

Local Laboratório de práticas poéticas, somáticas e estudos cinesiológicos

Escola de Dança da UFBA