Do.C.orpo

 

de Daniela Guimarães + Llano

O curta-metragem Do.C.orpo: documento poético revolucionário do corpo surge pelo interesse comum de dois artistas de linguagens diversas – Dança (Daniela Guimarães) e Cinema (Llano) – no estudo do corpo e do movimento. Tem como ignição os estudos realizados pelo fotógrafo inglês Edweard Muybridge (1830-1904) principalmente focado em uma segunda fase, onde depois de concentrar-se no registro de paisagens e assuntos arquitetônicos, migra para a pesquisa do movimento dos animais. Em 1878, Muybridge expande seus experimentos, fotografando o galope de um cavalo quadro a quadro, série The Horse in Motion. Seus experimentos são marcados pelo uso de múltiplas câmeras para captar o movimento, além de ter sido o inventor do  zoopraxiscópio, um dispositivo para projetar os retratos de movimento que seria o precursor da película de celulóide do Cinema. Muybridge, a partir de seus experimentos não só demonstra novos modos de compreensão do movimento no âmbito científico de sua pesquisa, mas modifica o pensamento das artes em geral de sua época propondo uma outra abordagem sobre a realidade.

© 2020 por Grupo de Pesquisa Corpolumen